Pesquisar
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Sobrinho de Bolsonaro está entre os golpistas detidos pela PF

Além de Léo Índio, também foi presa a idosa Fátima de Tubarão, que clamava por guerra “quebrando tudo

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta sexta-feira (27) a terceira fase da operação Lesa Pátria, que busca identificar as pessoas que participaram, financiaram ou fomentaram os ataques golpistas de 8 de janeiro, que provocou a invasão e depredação das sedes dos Três Poderes. Ente os detidos, Leonardo Rodrigues de Jesus, que tem o apelido de Leo Índio, primo dos filhos do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Ele participou dos ataques em 8 de janeiro e apareceu em imagens que circularam nas redes sociais.

Há também uma celebridade instantânea das redes sociais, Maria de Fátima Mendonça Jacinto Souza, de 67 anos, conhecida como Fátima de Tubarão, por residir nessa catarinense. Ela foi filmada dentro do Palácio do Planalto em 8 de janeiro afirmando que ia “para a guerra”, que estava “‘quebrando tudo” e que iria “pegar o Xandão”, em relação ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Ao todo, estão cumpridos 11 mandados de prisão preventiva e 27 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo STF, nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Espírito Santo e no Distrito Federal.

No DF, foi preso o policial federal aposentado José Fernando Honorato de Azevedo. Ele tentou ser eleito à Câmara Legislativa do Distrito Federal em 2018, pelo PRP. Entre os detidos também estão Eduardo Antunes Barcelos, de Cataguases (MG), e Marcelo Eberle Motta, de Juiz de Fora (MG).

São investigados os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.

Na semana passada, a PF iniciou a primeira fase da operação para cumprir oito mandados de prisão preventiva e 16 de busca e apreensão nos estados São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul e no DF. Entre os alvos, estão uma intérprete de libras, um ex-funcionário terceirizado do governo e um influenciador que utilizava um canal na internet para incitar atos antidemocráticos.

Maria de Fátima Mendonça Jacinto Souza (67), invadiu o Palácio do Planalto para “pegar o Xandão”

O que MONEY REPORT publicou:

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

[monica]
Pesquisar

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.