Pesquisar
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Bolsonarismo uniu Mancha e Gaviões – até o próximo clássico

Ter as organizadas de Palmeiras e Corinthians defendendo a democracia soa como bárbaros lutando pela civilização. São tempos estranhos

O vandalismo bolsonarista deste domingo (8) nas sedes dos Três Poderes, em Brasília, mobilizou com atraso as forças de segurança de todo o país. Neste cenário de prisões, depredação do patrimônio público e bloqueio de vias, eis que surge uma união improvável e capaz de amedrontar até o mais temerário fascista: Gaviões da Fiel e Mancha Verde.

Uma convocação geral – um salve – de torcedores circulou nas redes sociais para um ato em defesa da democracia na noite desta segunda-feira (9), em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp). Na pauta, corintianos e palmeirenses pretendem chegar a um acordo de cavalheiros para combater ações de bolsonaristas em São Paulo. Até o início do encontro era possível observar aquele clima de esquenta como se estivessem do lado de fora do estádio. Algo assim só ocorreu em apoio aos torcedores e jogadores da Chapecoense que morreram em um acidente aéreo em novembro de 2016. O curioso é que os corintianos são associados à esquerda radical, enquanto os palmeirense seriam mais simpáticos à direita pesada. Santistas e são-paulinos devem aderir ao movimento. É quase certo que nesse processo a polícia terá que entrar em ação para preservar vidas e bens materiais.

Dá para dizer sem muito exagero que os bárbaros se uniram para combater o obscurantismo em nome da civilização. No início de novembro, após o resultado das eleições, bloqueios bolsonaristas foram levantados por torcidas organizadas. Na capital paulista, integrantes da Gaviões da Fiel liberaram faixas da Rodovia Presidente Dutra. Eles tinham pressa para assistir uma partida no Maracanã. Em Minas Gerais, a atleticana Galoucura desobstruiu a Rodovia Fernão Dias. Em nenhum momento encontraram resistência. Os bolsonaristas até batem o pé contra as PMs, mas diante de bandos de hooligans o nível de coragem evapora em nome da integridade física. Essa aliança, se vingar, durará até o próximo clássico do Paulistão. São tempos estranhos e perigosos.

O que MONEY REPORT publicou

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

[monica]
Pesquisar

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.