Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Agenda Liberal

“Se ganhar a eleição, São Paulo terá um governo liberal”, diz Doria

8 de agosto de 2018 |

Em entrevista a MONEY REPORT, João Doria Jr. fala sobre suas propostas para o governo de São Paulo. Confira:

 

Leia mais

“Sem reformas, Brasil pode mergulhar em crise ainda pior”

23 de julho de 2018 |

Luiz Rabi, economista-chefe da Serasa Experian, fala a MONEY REPORT sobre os motivos que impediram que a economia brasileira decolasse em 2018. Para Rabi, o país pode enfrentar uma nova recessão caso o próximo presidente não seja reformista nem tenha … Leia mais

Jovem empreendedor está insatisfeito com carga tributária

21 de julho de 2018 |

A pesquisa “Perfil do Jovem Empreendedor Brasileiro”, realizada pela Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje) junto a mais 5 mil participantes entre 18 e 35 anos, traça o perfil, os anseios e os desafios impostos aos que pretendem … Leia mais

“Brasil é um país bom para empreender”, diz Rubens Menin

12 de julho de 2018 |

Em entrevista a MONEY REPORT, Rubens Menin, fundador e presidente do Conselho de Administração da MRV Engenharia, fala sobre a criação de sua empresa, os desafios, oportunidades e obstáculos para empreender do Brasil, e como as empresas devem se adaptar … Leia mais

“País precisa simplificar os impostos para atrair investimentos”

2 de julho de 2018 |

Segundo estudo da consultoria TMF, o Brasil é o segundo país financeiramente mais complexo do mundo. Estamos atrás apenas da China. Para Marco Sottovia, presidente no Brasil da multinacional presente em 80 países, a culpa de tamanha complexidade começa na … Leia mais

MONEY REPORT debate os caminhos para a retomada da economia

28 de junho de 2018 |

Evento MONEY REPORT Agenda de Líderes realizado nesta quinta-feira (28) debateu o cenário econômico do Brasil e discutiu os caminhos para a retomada dos negócios. Tony Volpon, economista-chefe do UBS Brasil, avaliou que a greve dos caminhoneiros antecipou a preocupação … Leia mais

“A burocracia tira o incentivo para empreender”

23 de junho de 2018 |

 
Qual avaliação as pessoas deveriam fazer antes de tentar ter o próprio negócio?
 
Muitas vezes as pessoas montam uma empresa pela necessidade de trabalhar. Tem muita gente que se aventura em fazer coisas que não sabe. Já começa por aí a chance de não conseguir sobreviver. Na minha visão, o que vale é o olho no olho. Ligar para o cliente, falar com ele ou estar frente a frente. Assim que os projetos são fechados. Se você não tem essa relação, se você não gasta sola de sapato para bater na porta do cliente, sentar com ele e entender o que ele quer, a chance de sucesso é menor. Quer fazer um negócio crescer, esteja na linha de frente com o objetivo final, que é o cliente. O empreendedor tem que estar ligado diretamente com ele o máximo possível.
 
 
Como se explica o fato de muitas empresas fecharem as portas ainda no primeiro ano de atividade?
 
A falta de planejamento é um dos principais fatores. O empreendedor começa o negócio sem saber o que pretende fazer, sem ter conhecimento do quanto tem no caixa da empresa e até onde é possível investir. Antes de tudo, é preciso fazer uma plano de negócio razoável. Outro ponto é que é impossível empreender no Brasil. Como exemplo, temos filiais na Argentina e no Chile e abrimos um escritório nos Estados Unidos. Nos Estados Unidos abrimos a empresa em um dia. No dia seguinte eu tinha conta no banco com o nome da empresa. No Chile, o processo demorou três dias. No terceiro dia eu já podia emitir uma nota fiscal. Aqui no Brasil estamos há seis meses tentando fazer uma mudança na Junta Comercial e não conseguimos.
 
 
De que forma a burocracia atrapalha o ambiente de negócios no país?
 
A burocracia e a forma como você tem que contratar e demitir no Brasil serve como falta de incentivo para empreender. Por isso, a reforma tributária é fundamental. Se você perguntar para qualquer empresário, ele vai reclamar que é impossível entender a parte fiscal do Brasil. Existe tanto imposto, tanta confusão, que muita gente desiste.
 
 
Dentro disso, qual deveria ser o papel do Estado na economia?
 
Se o governo simplificasse os impostos e a burocracia para abrir e fechar empresas, que deveria ser o foco, já melhoraria o ambiente de negócios e contribuiria para a expansão da economia. Eu gostaria que o Estado não estivesse envolvido em nada. Quanto menos o governo intervir na economia é melhor. Pode e deve regular, mas não se intrometer, sendo dono de empresas. O governo deveria ter outras prioridades, como oferecer uma linha de crédito para o desenvolvimento de startups.
 
 
Qual seria sua recomendação para quem pensa em empreender?
 
Arregaçar as mangas. Acredito que sempre tem oportunidades para pessoas determinadas. Mas é preciso fazer uma autoanálise para saber se você vai ter comprometimento e determinação para chegar a um objetivo. Além da força de vontade, é necessário ter competência. Escolher uma coisa que saiba fazer bem e conhecer tudo sobre a atividade. Outro ponto vital é se cercar de pessoas capacitadas.Leia mais

“O Brasil não aproveita o potencial das startups”, diz especialista

21 de junho de 2018 |

Em entrevista a MONEY REPORT, Marienne Coutinho, sócia da KPMG, fala sobre a complexidade do sistema tributário brasileiro, inovação nas empresas e a importância de investir na equidade de gênero e na diversidade. Confira:

 

 

Leia mais

“Estado eficiente é o sonho de consumo de todo brasileiro”

5 de junho de 2018 |

Em entrevista a MONEY REPORT, Juarez Zortea, presidente da TransUnion Brazil, fala sobre mercado de crédito, cadastro positivo, relação com o cliente, investimentos em inovação e agenda empresarial. Confira:

 

Leia mais

TCU quer fiscalizar a OAB, que não recebe verbas públicas

23 de maio de 2018 |

Reportagem da Folha de S. Paulo revelou que o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou uma proposta que prevê o monitoramento das finanças da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Integrantes do TCU – que apesar do nome não … Leia mais