PATROCINADORES

Fux diz que Bolsonaro cria “falsos inimigos” e que desobediência é crime

“Ninguém fechará está corte”, afirmou o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux (imagem), deixando claro em seu pronunciamento desta quarta-feira (8) que as manifestações de cunho antidemocrático não vão mudar as interpretações da lei e do Direito. O ministro destacou que críticas às instituições são do jogo democrático, mas atacar a honra da corte e de seus integrantes, não. E que as discussões devem se dar em âmbito institucional. Sua afirmação mais forte foi: “Povo brasileiro, não caia na tentação das narrativas fáceis e messiânicas, que criam falsos inimigos da nação”. Em outras palavras, o presidente mente.

Fux também afirmou que a desobediência de qualquer chefe de poder às decisões do Judiciário configuram crime de responsabilidade e, se isso ocorrer, um pedido de impeachment será encaminhado ao Congresso Nacional – complicando de vez a vida do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que atua como antepara e fiador do presidente junto ao Legislativo.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.