PATROCINADORES

Incentivo na moda; pela causa animal; A380 sustentável

Boletim de MONEY REPORT sobre questões ambientais, sociais e de governança no mundo dos negócios
Renner estimula algodoeiras

O Instituto Lojas Renner, braço social da varejista, e o Sebrae fecharam parceria para o empreendedorismo feminino na cadeia de fornecimento sustentável da indústria da moda. Mais de 500 famílias produtoras de algodão em pequenas propriedades no interior de Minas Gerais, Paraíba e Ceará já se beneficiaram do projeto. Vinda de pequenas propriedades, a produção é comprada a preços competitivos e sem atravessadores. O alvo são negócios liderados por mulheres e produtos de baixo risco ambiental. Haverá cursos online gratuitos sobre venda pelos canais digitais. Cerca de 90 empreendedores serão orientados por profissionais da Renner. Destes, de 20 a 30 devem entrar em fase de aceleração para vender por meio de canais digitais, incluindo os grandes mercados varejistas do país.

Icahn exige que McDonald’s alivie sofrimento animal

Um dos ativistas mais implacáveis e temidos dos Estados Unidos, o investidor Carl Icahn (imagem) escolheu um novo alvo: o McDonald’s. O bilionário de 86 anos indicou dois nomes para o conselho de administração da gigante do fast food para forçar os fornecedores da empresa a dar melhor tratamento aos porcos. Desta vez, segundo uma reportagem do The Wall Street Journal, trata-se de uma questão pessoal. Por intermédio de sua filha, ele soube detalhes das condições em que são mantidas as porcas prenhes. O investidor argumenta que o McDonald’s não cumpriu sua promessa de eliminar o uso das chamadas gaiolas gestacionais, pequenas baias nas quais as fêmeas são alojadas durante a gestação e que, segundo defensores dos direitos animais, representam uma crueldade desnecessária. Estima-se que entre 60% e 70% delas passem a gestação praticamente imobilizadas.

____________________________________

Informe Publicitário

______________________________________

Emissões de metano provenientes da pecuária podem ser sustentáveis, se práticas adquadas forem adotadas
Como as vacas vão salvar o mundo

O consumo de carne per capita o mundo deve cair em razão de novas ofertas vegetais, porém mais gente vai ter seu bife barato à mesa. E isso pode ser feito sem tornar o planeta um lugar mais pobre. No livro “Cows save the planet”, a pesquisadora e jornalista Judith D. Schwartz mostra cenários alternativos positivos para a degradação ambiental e como o gado pode ajudar a melhorar a qualidade do alimento humano. “Em cada caso, nossa capacidade de transformar essas crises em oportunidades depende de como tratamos o solo”, diz. O tema já foi tratado por MONEY REPORT.

Acordo vai incentivar redução de CO₂ na pecuária bovina

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) assinaram na quarta-feira (23) acordo de cooperação técnica que envolve a realização de estudo para criação de mecanismos de incentivo à redução de emissões de carbono na pecuária bovina de carne e leite no Brasil. Em 2010, o setor agropecuário assumiu o compromisso voluntário de mitigar gases de efeito estufa e promover uma agropecuária mais resiliente e mais adaptada à mudança do clima. Os resultados já apontam redução das emissões, por cabeça animal, da ordem de 10%. “A gente vê, claramente, a importância da parceria, das políticas públicas na tendência de redução das emissões por cabeça animal”, apontou a diretora de Produção Sustentável e Irrigação do Mapa, Mariane Crespolini.

______________________________________

Informe Publicitário

______________________________________________

Reserva da Michelin na Bahia será ampliada em 30%

Entre tantas iniciativas a favor do planeta está a criação da Reserva Ecológica Michelin, no sul da Bahia, que tem restaurado e protegido a biodiversidade da Mata Atlântica, um dos ecossistemas mais ameaçados do mundo. Em 2022, a empresa absorveu mais de 800 hectares de seringais, o que representa um aumento de quase 30% nos 3 mil hectares destinados à conservação. A área fica em Igrapiúna, entre Morro de São Paulo e Maraú, perto da rodovia BA-001. Desde a sua criação, mais de 108 mil árvores de 275 espécies foram plantadas na região e 20 novas espécies de fauna e flora foram descobertas. No centro de estudos mantido pela empresa, 112 pesquisas já foram concluídas, 12 estão em andamento e 125 artigos científicos foram publicados.

Airbus vai testar motor a hidrogênio no maior jato comercial do mundo

A Airbus planeja testar um motor movido a hidrogênio em um A380 modificado até meados da década, na esperança de oferecer combustíveis de emissões mais baixas para viagens em linhas aéreas. A gigante aeronáutica europeia estar trabalhando com a fabricante de motores CFM International – uma joint venture do braço de aviação da General Electric e da francesa Safran. O avião de teste usará uma versão modificada de um motor já em uso. Os voos podem começar em 2026, com o motor experimental instalado na traseira superior da fuselagem, perto do estabilizador vertical (imagem), a fim de não sofrer interferência dos quatro motores convencionais do grande avião.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.