Document
PATROCINADORES

Pacheco confirma filiação ao PSD

Após as especulações, foi confirmado pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, por meio de sua conta no Twitter, sua saída do Democratas, partido a qual estava filiado desde 2018. Como esperado, ele integrará o PSD, de Gilberto Kassab. O comunicado foi em tom cordial, bem ao estilo do parlamentar, que agradeceu ao presidente do DEM, ACM Neto, e ao presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), que fecharam acordo para a união que deve formar o União Brasil. Se ficasse, Pacheco também integraria a legenda. Apesar disso, a publicação não cita a motivação de sua saída.

Em nota, o PSD informou que o ato de filiação do parlamentar será no Memorial JK, em Brasília, na próxima quarta-feira (27). A movimentação também coloca Pacheco como um possível postulante ao Palácio do Planalto em 2022. Por isso, a escolha do local é simbólica e faz parte do processo de construção de sua imagem como terceira via em detrimento dos demais. A ideia é promovida principalmente por Kassab. O PSD diz que há semelhanças entre o senador e o ex-presidente Juscelino Kubitschek (1956-1961), também mineiro. Essa tentativa de apropriação da aura juscelinista deve incluir a participação ativa de seu padrinho político, o ex-governador e senador Antonio Anastasia, e do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.