Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Mendonça deve ser sabatinado no Senado nesta quarta (1º)

O ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União, André Mendonça, teve sua sabatina junto aos senadores para a vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) marcada para a próxima quarta-feira (1º), a partir das 9h. Ele deve comparecer à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, que tem como relatora a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), indicada pelo presidente da comissão, Davi Alcolumbre (DEM-AP). 

“Vou me pautar por informações e também pela boa técnica legislativa, sem qualquer preconceito político, ideológico e muito menos religioso. O que importa neste momento é o currículo e a capacidade técnica do indicado”, disse a parlamentar. Mendonça foi indicado ao STF pelo presidente Jair Bolsonaro em 13 de julho, com a oficialização à CCJ em 18 de agosto. 

Porém, Alcolumbre protelou propositalmente a sabatina, como forma de retaliação à falta de apoio do presidente, que preferiu Rodrigo Pacheco (DEM-MG) na presidência do Senado. A atitude foi questionada por diversos parlamentares, o que gerou incômodos e foi classificado como um “embaraço” pelo presidente da comissão, que não foi escolhido à reeleição. 

Em sua defesa, Alcolumbre argumentou que a definição sobre a pauta das comissões e do plenário cabe aos presidentes e nada teria com religião ou ideologia – Mendonça é cristão pentecostal e se encaixa no desejo do presidente da República de indicar um ministro “terrivelmente evangélico” ao STF, como forma de agradar parte significativa de seu eleitorado.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.