Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Enquete: para 87%, é incorreto filho assumir a vaga de senador do pai investigado

Enquete: para 87%, é incorreto filho assumir a vaga de senador do pai investigado

Um levantamento entre os leitores de MONEY REPORT aponta que 87% acha incorreto o primeiro suplente, Pedro Rodrigues (DEM-RR), assumir a vaga de seu pai, o senador licenciado Chico Rodrigues (DEM-RR), aquele flagrado ocultando R$ 33 mil na cueca durante uma busca da Polícia Federal (PF) em sua residência, em Boa Vista. Rodrigues, o pai, é investigado por suspeitas de desvio de recursos públicos de emendas parlamentares destinadas ao combate à pandemia de covid-19. O relatório do inquérito da PF afirma que ele agia como um “gestor paralelo” da saúde em Roraima.

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), recomendou o afastamento de Chico Rodrigues, já que ele poderia atrapalhar as investigações. Porém, seu suplente e filho Pedro assumiria já com problemas na Justiça. Uma das empresas da qual é sócio segue investigada, teve que pagar multa de mais R$ 200 mil e ficou proibida de fechar contratos com o poder público. Esta semana, a PF revelou que duas funcionárias do gabinete de seu pai, Adriana e Cláudia, trabalharam, de fato, em outra de suas empresas, a San Sebastian, o que configuraria desvio de função. O caso do senador licenciado deve ser avaliado pelo Conselho de Ética.

A consulta foi realizada entre a sexta-feira (16) e a sexta-feira (23). Seu resultado não possui valor científico.

Envie seu comentário

vinte + oito =