Pesquisar
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Preço da casa própria tem maior alta desde 2014

O preço médio do metro quadrado construído no Brasil subiu 0,48% em dezembro e fechou 2021 com alta de 5,29%. Trata-se da maior elevação desde 2014, conforme o Índice FipeZap, que acompanha o comportamento do valor médio de venda de imóveis residenciais em 50 cidades.

A variação corresponde a uma queda real (abaixo da inflação) de 3,66%, já que as expectativas apontam para uma alta de 9,28% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) entre janeiro e dezembro do ano passado. Diante das elevações, o preço médio do metro quadrado construído no Brasil fechou 2021 em R$ 7.874. Assim, para comprar um imóvel padrão, com 65 m² e dois quartos é preciso desembolsar, em média, R$ 511.810.

Em 2021, apenas três das 50 cidades monitoradas encerraram o ano com recuo nominal no preço médio de venda de imóveis residenciais: Santos (-2,07%), Campinas (-0,44%) e Niterói (-0,36%). Por outro lado, 17 cidades apresentaram alta superior à inflação acumulada no ano, sendo as mais expressivas em: Itajaí (+23,77%), Itapema (+23,57%), Balneário Camboriú (+21,21%), Vila Velha (+20,24%), Vitória (+19,86%), Maceió (+18,5%), São José (+18,16%), Florianópolis (+15,74%), Curitiba (+15,41%) e Goiânia (+13,7%). A cidade de São Paulo se manteve com o maior preço médio do metro quadrado (R$ 9.708), seguida pelo Rio de Janeiro (R$ 9.650).

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

[monica]
Pesquisar

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.