Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Índice de aluguel residencial estreia com alta de 0,66% em dezembro e queda de 0,61% em 12 meses

O Índice de Variação do Aluguel Residencial (Ivar) – novo indicador divulgado nesta terça-feira (11) pela Fundação Getulio Vargas (FGV) – passou de 0,70% em novembro para 0,66% em dezembro de 2021. Ao comparar esse resultado com os aluguéis já medidos em outros indicadores, percebe-se que o resultado de dezembro foi superior ao índice de alta de preços (IPC) de 0,5% dos aluguéis residenciais ao consumidor da FGV no último mês do ano passado. Ficou, no entanto, abaixo dos 0,82% de aumento de aluguel residencial dentro do IPCA-15 de dezembro de 2021, prévia do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

No entanto, em período mais longo, de dezembro de 2019 a dezembro de 2021, que abrange todo o período da pandemia no país, a fundação apurou que o IVAR teve queda de 0,61%. O tópico aluguel residencial teve altas de 6,98% no IPCA-15; e de 4,45% no IPC-S da FGV, no mesmo período. Para especialistas da FGV, essa taxa negativa no novo indicador da fundação evidencia abatimentos no preço do aluguel, no período — algo que os tópicos de aluguel residencial, dentro dos outros dois indicadores inflacionários, não puderam captar, de acordo com eles.

Entre novembro e dezembro, a taxa de variação mensal do IVAR desacelerou em duas das cidades de maior peso, São Paulo (de 0,78% para 0,48%) e Rio de Janeiro (de 1,46% para 1,03%). Enquanto em Belo Horizonte (de 1,00% para 1,17%) e Porto Alegre (de 0,27% para 0,43%), houve alta das taxas de variação.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.