Document
PATROCINADORES

IGP-10 sobe 1,19% em novembro

O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) registrou em novembro alta de 1,19%, após cair 0,31% no mês anterior, informou nesta terça-feira (16) a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com esse resultado, o índice acumula alta de 17,47% no ano e de 19,78% em 12 meses. Em novembro de 2020, o índice subira 3,51% no mês e acumulava elevação de 23,82% em 12 meses.

“Os combustíveis contribuíram para a aceleração da taxa do IGP-10. Os preços do Diesel (3,60% para 10,10%) e da Gasolina (0,57% para 10,31%) avançaram significativamente no IPA. A taxa do índice ao produtor não subiu mais, devido à queda registrada nos preços de importantes commodities agrícolas como, por exemplo, bovinos (-4,11% para -8,46%), milho (-4,99% para -4,63%) e soja (-0,16% para -1,39%)”, afirma André Braz, coordenador dos Índices de Preços.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) variou 0,79% em novembro. Quatro das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação: Educação, Leitura e Recreação (3,50% para 0,05%), Habitação (1,67% para 0,36%), Alimentação (1,30% para 0,81%) e Comunicação (0,35% para 0,33%). As principais contribuições para este movimento partiram dos seguintes itens: passagem aérea (28,66% para -0,42%), tarifa de eletricidade residencial (5,41% para 0,06%), frutas (5,37% para -1,82%) e combo de telefonia, internet e TV por assinatura (0,70% para 0,07%).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.