PATROCINADORES

Pressão global impede ganhos maiores na semana

O Ibovespa fechou em baixa de 0,11% nesta sexta-feira (22), aos 98.924 pontos. Na semana, os ganhos são de 2,46%. O dólar subiu 0,05%, cotado a R$ 5,49 no encerramento. A valorização da moeda norte-americana perante ao real na semana é de 1,7%. Em um pregão negativo para ativos globais, o mercado até tentou se descolar com a ajuda dos papéis ligados às commodities, mas acabou cedendo à pressão dos Estados Unidos, quebrando a sequência de altas das últimas cinco sessões. Ainda por lá, o índice composto dos gerentes de compras, que agrega as atividades dos setores industrial e de serviços, caiu a 47,5 pontos em julho, de 52,3 pontos em junho, de acordo com a leitura preliminar divulgada pelo S&P Global. Trata-se da quarta queda mensal consecutiva. Por aqui, varejistas lideraram o mau desempenho. Apesar de um recuo de 5% na produção de petróleo e gás, para 2,6 milhões de barris por dia, a expectativa é que a alta de preços deve compensar a produção menor.

As maiores altas foram da BRF (4,62%) e Suzano (2,78%). As baixas, IRB Brasil (-8,26%) e Americanas (-5,91%). Das cinco ações mais negociadas, três apresentaram retração: Vale (0,93%), preferenciais da Petrobras (1,07%), preferenciais do Bradesco (-1,27%), B3 (-2,63%) e preferenciais do Itaú Unibanco (-1,06%). O volume negociado foi de R$ 18,15 bilhões.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.