Document
PATROCINADORES

Índice afunda ao menor nível desde fevereiro

O Ibovespa fechou a terça-feira (28) com forte queda de 3,05%, aos 110.123 pontos, encerrando o dia em seu segundo pior nível de fechamento do ano, desde 26 de fevereiro, aos 110.035. O resultado foi pressionado pela aversão ao risco em Wall Street e pelo anúncio de que o Federal Reserve (Fed), o banco central dos EUA, retirará estímulos econômicos com o recuo da pandemia. O presidente do Fed, Jerome Powell, já não afirma mais que a inflação nos Estados Unidos é “temporária”. Agora diz ser “transitória”, podendo durar mais tempo do que se presumia anteriormente. No cenário local, as ações da Vale caíram acentuadadamente, contribuindo para empurrar o índice para baixo com o auxílio da pressão exercida sobre a Petrobras por causa dos preços de combustíveis. O dólar teve aumento de 0,85%, cotado a R$ 5,42 no encerramento.

As duas maiores altas na B3 foram as da Minerva (1,75%) e da BRF (0,99%). Todas as cinco ações mais negociadas apresentaram depreciação: preferenciais da Petrobras (-0,66%), Vale (-5,01%), preferenciais do Bradesco (-2,11%), preferenciais do Itaú Unibanco (-2,27%) e Suzano (-2,62%). O volume na sessão foi de R$ 36,43 bilhões.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.