PATROCINADORES

EUA asseguram ganhos e patamar volta aos 98 mil

O Ibovespa fechou em alta de 1,37% nesta terça-feira (19), aos 98.244 pontos. O dólar caiu 0,10%, cotado a R$ 5,42 no encerramento. O índice brasileiro acompanhou os ganhos nos Estados Unidos, com o mercado reconsiderando as possibilidades de antecipação da recessão por lá. O arrefecer das expectativas da inflação americana, apesar dos recordes renovados no retrovisor, vai permitindo uma recomposição de preços às ações mais impactadas no Brasil, com destaque para os bancos. Outro destaque foi para a resiliência das ações ligadas ao minério de ferro. A commodity desvalorizou mais de 4% no mercado à vista da China, atingindo o menor nível de preços em mais de oito meses, novamente, com temores relacionados à covid como pano de fundo. Por outro lado, gastos do governo tendem a dar algum suporte ao consumo local de matérias-primas.

As maiores altas foram das preferenciais da Alpargatas (8,35%) e Marfrig (8,23%). As baixas, Yduqs (-4,01%) e Cogna (-3,32%). Todas as cinco ações mais negociadas apresentaram evolução: Vale (0,22%), preferenciais da Petrobras (2,03%), preferenciais do Itaú Unibanco (3,37%), preferenciais do Bradesco (3,66%) e Banco do Brasil (2,7%). O volume negociado foi de R$ 18,75 bilhões.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.