Document
PATROCINADORES

CPI no Senado e risco de inflação nos EUA derrubam mercado e elevam dólar

O Ibovespa teve uma sensível queda de 2,65% nesta quarta-feira (12), aos 119.710 pontos. Foi a maior desvalorização desde 8 de março (-3,98%). O dólar sofreu um elevação de 1,58%, cotado a R$ 5,30 no encerramento. O desempenho fugiu do padrão de estabilização e de lenta depreciação da moeda americana. As causas estão no risco de inflação no EUA e no clima de acirramento na CPI da Pandemia no Senado, com as contradições que quase renderam a prisão do ex-secretário de Comunicação, Fabio Wajngarten. Na terça-feira (11), o presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, afirmou que as recomendações o presidente Jair Bolsonaro para o enfrentamento da covid vão contra o que prega a ciência.

Das cinco ações mais negociadas, quatro foram depreciadas: Vale (-3,70%), preferenciais da Petrobras (-1,47%), CSN (-7,89%), preferenciais do Bradesco (-2,03%) e Petrobras (5,06%). O volume da sessão foi de R$ 45,8 bilhões.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.