PATROCINADORES

Combustíveis e propostas de Lula causam aversão

O Ibovespa fechou em baixa de 0,82% nesta segunda-feira (6), aos 110.185 pontos. O dólar subiu 0,37%, cotado a R$ 4,79 no encerramento. Os investidores seguem cautelosos diante do imbróglio sobre os preços dos combustíveis. A pressão para que o Ministro da Economia, Paulo Guedes, encontre uma solução nos próximos dias gera preocupação com a situação fiscal. A publicação da prévia do plano de governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que lidera as pesquisas eleitorais, não foi vista com bons olhos, já que promete revogar reformas e acabar com o teto de gastos. Na contramão, os índices dos Estados Unidos e da Europa subiram, além da Ásia, onde as bolsas fecharam com valorização, respondendo à flexibilização dos lockdowns na China, o que aumenta a expectativa pelo aumento da demanda de commodities. O balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que revelou a criação de 197 mil novas vagas em abril, não foi suficiente para sustentar os ganhos. Nos EUA os índices ficaram assim: Dow Jones, 0,04%; S&P500, 0,31%; Nasdaq, 0,40%.

As maiores altas na B3 foram da RaiaDrogasil (2,68%) e CSN (1,94%). As baixas, Positivo (-6,13%) e Hapvida (-6,15%). Das cinco ações mais negociadas, três apresentaram retração: Vale (0,10%), preferenciais da Petrobras (0,07%), Magazine Luiza (-5,29%), Eletrobras (-0,14%) e Rumo (-0,82%). O volume negociado foi de R$ 16,85 bilhões.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.