Document
PATROCINADORES

Nº 332: a covid no seu cérebro; animais infectados; Ucrânia protesta contra vacinas

Novas pesquisas sobre coronavírus

Uma pesquisa liderada pela Plataforma Científica Pasteur-USP (SPPU, na sigla em inglês) trouxe informações inéditas sobre o impacto da covid-19 nas células cerebrais. Utilizando modelos in vitro (em células) e in vivo (em animais), os ensaios confirmaram que o coronavírus é capaz de se multiplicar nas células mais abundantes do cérebro (astrócitos) e que desempenham importantes funções, como sustentação e nutrição dos neurônios. Além disso, a infecção induz mudanças importantes na expressão de proteínas e vias envolvidas com o metabolismo de carbono e glicose. Os resultados estão em um preprint (ainda não revisado por outros cientistas), depositado em 24 de outubro na plataforma BioRxiv, aponta o jornal da USP. “Essas alterações são semelhantes às que ocorrem em patologias neurológicas, como na Doença de Huntington, esclerose lateral amiotrófica (ELA) e depressão de longa duração”, explicou o imunologista e autor do estudo, Jean Pierre Schatzmann Peron.

Foto: Reprodução/BioRxiv

O que MONEY REPORT publicou hoje

Áustria aumenta restrições

O governo austríaco disse na sexta-feira (5) que estava impedindo aqueles que tinham o ciclo vacinal completo ou não vacinados de entrar em cafés, restaurantes e cabeleireiros. A ideia é incentivar as pessoas a se vacinarem. Cerca de 64% da população está totalmente vacinada, uma das taxas mais baixas da Europa Ocidental.

____________________________________________

Informe Publicitário

____________________________________________

Um zoológico no Colorado

Duas hienas, 11 leões e dois tigres do zoológico de Denver, nos Estados Unidos, testaram positivo para a covid-19, sendo estes os primeiros casos em não humanos em todo o mundo. Amostras dos animais foram testadas depois que os leões ficaram doentes, de acordo com o National Veterinary Services Laboratories (NVSL) e com a Universidade do Estado do Colorado neste sábado (6).

Negacionismo ucraniano

O Ministério da Saúde da Ucrânia relatou um recorde diário de 793 mortes por coronavírus. Isso acontece enquanto o país luta contra a hesitação vacinal. Enquanto o país busca avançar sua campanha, apenas 17,9% da população ucraniana foi totalmente imunizada, mais de mil manifestantes bloquearam ruas no centro de Kiev, na quarta (3) e quinta-feira (4), protestaram contra os certificados de vacinas e restrições sociais. Os manifestantes ergueram cartazes dizendo: “Diga não aos passaportes da covid”.

Complete seu esquema vacinal

Se liga na segunda dose!

Painel Coronavírus

Vacinados *
• 848 milhões no mundo (10,78% da população com a primeira dose)
• 7,23 bilhões de doses distribuídas (91,86% da população — cumulativo, incluindo doses de reforço)
• 157,39 milhões no Brasil (73,79% da população)
* dados globais aproximados

Segunda dose **
• 3,14 bilhões no mundo (39,9% da população)
• 123,41 milhões de brasileiros (57,86% da população)
** dado global aproximado

Casos confirmados no Brasil
• 21.062.218 – acumulado
• 11.866 – novos infectados
• 21.062.218 – recuperados 
• 202.718 – em acompanhamento 
• 10.409 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas no Brasil
• 609.388 – óbitos acumulados
• 290 – novas vítimas fatais
• 2,8% – letalidade
• 290 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados globais e nacionais atualizados em 06/11/2021, às 18h

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa, Universidade Johns Hopkins (EUA) e Fiocruz

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.