Document
PATROCINADORES

Morre a Rainha da Sofrência

A cantora que embalou hits como “Infiel” e “Alô Porteiro”, Marília Mendonça, que aos 26 anos deixou a vida para entrar de vez para a história da música sertaneja na tarde de sexta-feira (5). Ela morreu em um trágico acidente aéreo na zona rural de Caratinga, em Minas Gerais. Além dela, todos que estavam a bordo não sobreviveram: Henrique Ribeiro (produtor), Abicieli Silveira Dias Filho (tio e assessor), Geraldo Martins de Medeiros Júnior (piloto) e Tarciso Pessoa Viana (copiloto).

Conhecida como a Rainha da Sofrência, ela desbravou o sertanejo, estilo musical dominado pelas vozes e visões masculinas sobre as mulheres e os relacionamentos com elas. Após sua entrada no segmento, criou-se quase sem querer um subgênero, o feminejo -, uma indústria rentável recheada de talentos, ousadia e estilo, e que conta com as vozes de Maiara e Maraísa, Naiara Azevedo e Simone e Simaria.

A morte de Marília Mendonça repercutiu na sexta-feira e seguirá neste sábado. São esperado 100 mil fãs para o seu velório e de seu tio, que acontece desde às 13h no Ginásio Goiânia Arena, em Goiás. O enterro está marcado para às 17h30.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.