PATROCINADORES

Bolsonaro diz em Davos esperar que governo da Venezuela mude rapidamente

(Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que espera que o governo da Venezuela mude rapidamente, indicando apoio à saída do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, após uma reeleição não reconhecida pela comunidade internacional.

“A Venezuela está com problemas não é de hoje, esperamos que rapidamente mude o governo da Venezuela”, disse Bolsonaro a repórteres em entrevista ao chegar a hotel em Davos, na Suíça, onde participará do Fórum Econômico Mundial.

O Brasil e demais países da América Latina, assim como boa parte da comunidade internacional, não reconhecem o governo de Maduro, que assumiu um segundo mandato de 6 anos em 10 de janeiro, considerando que sua reeleição em maio do ano passado não forneceu garantias para a participação da oposição.

Maduro afirma que seus adversários, apoiados pelos Estados Unidos, tentam derrubá-lo para tirar proveito das riquezas do petróleo venezuelano.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro; Edição de Eduardo Simões)

((pedro.fonseca@thomsonreuters.com; 55 21 2223-7128; Reuters Messaging:pedro.fonseca.thomsonreuters.com@reuters.net))

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF0K13M-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 17 =

Pergunte para a

Mônica.