PATROCINADORES

América do Sul criará bloco regional para se contrapor à Venezuela, diz presidente da Colômbia

BOGOTÁ (Reuters) – Os países da América do Sul estão desenvolvendo um novo grupo diplomático para substituir o bloco regional Unasul, que tem forte influência da cada vez mais isolada Venezuela, disse nesta segunda-feira o presidente da Colômbia, Ivan Duque.

A União de Nações Sul-Americanas (Unasul) foi criada há 10 anos pelo líder socialista venezuelano Hugo Chávez, já falecido, em contraposição à influência dos Estados Unidos na região, num momento em que uma série de líderes de esquerda dominava a política sul-americana.

Entretanto, as críticas de que o sucessor de Chávez, o presidente Nicolás Maduro, tem comprometido a democracia e uma guinada à direita na região levaram países como Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Peru a suspenderem sua participação no grupo.

O novo grupo, chamado Prosur, buscaria se contrapor à influência do que alguns países da região chamam de ditadura na Venezuela.

“Estamos avançando em direção ao fim da Unasul e à criação da Prosur… uma plataforma sul-americana para a coordenação de políticas públicas, a defesa da democracia, de instituições independentes e de economias de mercado”, disse Duque em entrevista a uma rádio.

“É muito importante que (a Unasul), que tem sido uma apoiadora da ditadura na Venezuela, seja fechada”, afirmou Duque.

O Ministério da Informação da Venezuela não respondeu a um pedido de comentário.

    (Reportagem de Nelson Bocanegra)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF0D1VG-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + 18 =

Pergunte para a

Mônica.