PATROCINADORES

Ministério da Saúde confirma 1ª morte por varíola dos macacos

Óbito foi registrado em Uberlândia (MG). Laudo aponta que homem tinha baixa imunidade

O Ministério da Saúde confirmou nesta sexta-feira (29) a primeira morte por varíola dos macacos no Brasil. O óbito foi registrado ainda ontem em Uberlândia (MG). O paciente era um homem com baixa imunidade.

Ainda nesta semana, a cidade de São Paulo confirmou os primeiros casos da doença em crianças. A varíola dos macacos é transmitida de uma pessoa para outra por contato próximo com lesões, fluídos corporais, gotículas respiratórias e materiais contaminados, como roupas de cama.

A doença é autolimitada e os sintomas costumam durar de 2 a 4 semanas. Casos graves podem ocorrer, mas a varíola dos macacos é bem menos letal que a varíola humana, erradicada em 1980. A doença ainda não tem uma vacina específica, mas três vacinas já existentes contra a varíola humana podem ser usadas para proteger contra a varíola dos macacos. Alguns países já estão aplicando uma delas, mas ainda não há previsão de chegada no Brasil.

O que MONEY REPORT publicou

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.