Document
PATROCINADORES

Bolsonaro diz que lamenta declaração do filho Eduardo

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) comentou a declaração do filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) sobre a possibilidade de um novo AI-5 em caso de radicalização da esquerda.

“O AI-5 já existiu no passado, em outra Constituição, não existe mais. Quem quer que seja que fale em AI-5, está sonhando. Se ele (Eduardo) falou isso, lamento. Lamento muito”, disse o presidente.

A fala de Eduardo foi registrada em entrevista à jornalista Leda Nagle.

“Se a esquerda radicalizar a esse ponto, a gente vai precisar ter uma resposta. E uma resposta pode ser via um novo AI-5, pode ser via uma legislação aprovada através de um plebiscito como ocorreu na Itália, alguma resposta vai ter que ser dada”, afirmou o deputado federal em vídeo publicado no YouTube.

A ameaça do parlamentar, tendo como referência o ato institucional que aumentou a repressão durante a ditadura militar, recebeu críticas meio político, como do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.