PATROCINADORES

Bolsonaro defende juiz de garantias: “90% não sabem o que é”

Criticado por apoiadores do ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) e acusado de traição, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a manutenção do juiz de garantias na sanção do pacote anticrime. A medida aprovada no Congresso contrariou Moro. Ela estabelece que o magistrado que cuida do processo criminal não será responsável pela sentença do caso. “O que me surpreende é um batalhão de internautas constitucionalistas, juristas para debater o assunto. E falam que eu traí, que não votam mais e ligam a alguma coisa familiar”, disse Bolsonaro em transmissão ao vivo no Facebook na noite de quinta-feira (26). “E com todo respeito, 90% não sabem o que é juiz de garantias e ficam criticando”, acrescentou. Mais cedo, no Twitter, o presidente já havia se manifestado sobre o assunto, destacando sua trajetória na política. “Por 28 anos estive na Câmara. Agora coloco em prática o que vi e aprendi para o bem do nosso país. Caso, de concreto, você seja prejudicado por qualquer decisão minha, eu mesmo saio da vida pública imediatamente”, publicou na rede social.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.