Document
PATROCINADORES

Bolsonaro decreta o fim do Renda Brasil antes do programa começar

O presidente Jair Bolsonaro, em vídeo postado nesta terça-feira (15) em suas redes sociais, anunciou o fim dos estudos para o Renda Brasil, bem como negou a intenção de fazer qualquer alteração nas aposentadorias, como chegou a ser veiculado por integrantes da equipe econômica. “Eu já disse, há poucas semanas, que jamais vou tirar dinheiro dos pobres para dar para os paupérrimos”, afirmou Bolsonaro, que também ameaçou com um “cartão vermelho” quem falar em congelar as aposentadorias.

O pronunciamento foi uma reação às várias manchetes da imprensa sobre as declarações do secretário especial da Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, dadas ao portal G1. Ele citou a possibilidade de congelamento das aposentadorias e pensões por dois anos para bancar os custos do Renda Brasil. Hoje, novamente Rodrigues voltou ao assunto, ao afirmar que são analisadas mudanças no seguro-desemprego para gerar caixa para o novo programa social.

Bolsonaro atacou a ideia. “É gente que não tem o mínimo de coração, o mínimo de entendimento de como vive o aposentado no Brasil”, afirmou o presidente, sobre o autor da proposta. “Por parte do governo, jamais vamos congelar salário de aposentados, bem como jamais vamos fazer com que auxílio para idosos e pobres com deficiência seja reduzido”, disse. “E, ultima coisa, até 2022, no meu governo, está proibido falar a palavra (sic) Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto final”, encerrou.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.