Document
PATROCINADORES

Bolsonaristas em Brasília querem o fechamento do STF e intervenção militar

“Ninguém fechará está corte”. A frase do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, soou como a desculpa que faltava aos bolsonaristas mais ferrenhos. Na tarde desta quarta-feira (8) eles bloquearam a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, pedindo a destituição de todos os ministros da corte. De acordo com o jornal Correio Braziliense, eles seguem defendendo um conceito vago de liberdade de expressão e a volta do voto impresso, iniciativa do presidente já derrubada pela Câmara dos Deputados em 10 de agosto. Os manifestantes também querem o recolhimento dos passaportes dos magistrados e suas prisões.

Ainda que sem uma figura central, os manifestantes pedem uma reunião com Bolsonaro e com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) – a Casa detém outro texto com uma nova proposta de voto impresso. Do alto de um caminhão de trio elétrico, os manifestantes ligaram para o caminhoneiro Zé Trovão – foragido da Justiça – que afirmou que a guerra é muito maior do que se pode imaginar e que comunismo não terá vez no Brasil – seja lá o que isso quer dizer.

Em diversos pontos do país grupos de caminhoneiros impedem a circulação de cargas. Desde pela manhã há registros de piquetes em rodovias de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Espírito Santo e Mato Grosso.

Crédito: Correio Braziliense

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.