Document
PATROCINADORES

Analista do JP Morgan sugere que Apple compre a Netflix

A Apple fez história ao se tornar a primeira empresa com valor de mercado de US$ 1 trilhão, em agosto do ano passado. A gigante do setor de tecnologia chegou a valer US$ 1,1 trilhão em outubro, mas desde então acumula queda de aproximadamente 30% nas suas ações, passando a valer menos de US$ 800 bilhões. Os papeis se desvalorizam com o recuo nas vendas de smartphones, principais produtos da empresa. Apesar disso, a companhia conta com US$ 245 bilhões em caixa, que, na opinião do analista Samik Chatterjee, do JP Morgan, deveriam ser utilizados para comprar a Netflix. Para Chatterjee, a Apple teria de pagar em torno de US$ 189 bilhões para adquirir a empresa de streaming de séries e filmes, que vale hoje US$ 148 bilhões e tem uma dívida líquida de US$ 7 bilhões. No mesmo relatório enviado aos investidores, o analista afirma que a aquisição da Activision Blizzard, que vende jogos eletrônicos, e da Sonos, que produz caixas de som inteligentes, podem ser bons negócios para a Apple.

Por que é importante

A compra de uma empresa como a Netflix poderia fortalecer a Apple em um momento de baixa para a companhia

Quem ganha

As ações da Apple subiram 2,84% nesta segunda-feira (4), cotadas a US$ 171,25

Quem perde

A Disney, que concorre contra a Netflix no mercado de streaming

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.