Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Pfizer dobrará os voluntários para os testes de sua vacina no Brasil

Pfizer dobrará os voluntários para os testes de sua vacina no Brasil

O número de voluntários para os testes da vacina contra o covid-19 que é desenvolvida em parceria pela norte-americana Pfizer e a alemã BioNTech vai dobrar no Brasil. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta sexta-feira (18), que mais mil pessoas participem dos ensaios da fase 3 do estudo. Com isso, passarão a ser 2 mil os voluntários que integrarão os testes.

Com o aumento no número de participantes, a faixa etária dos testes será ampliada: a idade mínima cai de 18 para 16 anos. Os estados da Bahia e São Paulo permanecem como os locais dos ensaios. As pesquisas da vacina da Pfizer e BioNTech foram aprovadas no Brasil em 22 de julho, pela Anvisa. O imunizante tem de ser aplicado em duas doses, com intervalo de três semanas. Foi divulgado em agosto que os testes preliminares indicaram uma resposta imune “robusta” e sem efeitos colaterais relevantes.

A Anvisa já havia autorizado, na terça-feira (15), o aumento no número de participantes nos testes da vacina de Oxford, que passaram de 5 mil para 10 mil voluntários. Além de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, os ensaios vão incluir Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul. Os testes da vacina de Oxford chegaram a ser interrompidos por quase uma semana, logo após o feriado de Proclamação da Independência, depois que uma voluntária britânica apresentou reações adversas, mas foram retomados nesta segunda-feira (14), no Brasil, após a comprovação de que não havia riscos.

Envie seu comentário

dezenove − 10 =