Document
PATROCINADORES

Pfizer dobrará os voluntários para os testes de sua vacina no Brasil

O número de voluntários para os testes da vacina contra o covid-19 que é desenvolvida em parceria pela norte-americana Pfizer e a alemã BioNTech vai dobrar no Brasil. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta sexta-feira (18), que mais mil pessoas participem dos ensaios da fase 3 do estudo. Com isso, passarão a ser 2 mil os voluntários que integrarão os testes.

Com o aumento no número de participantes, a faixa etária dos testes será ampliada: a idade mínima cai de 18 para 16 anos. Os estados da Bahia e São Paulo permanecem como os locais dos ensaios. As pesquisas da vacina da Pfizer e BioNTech foram aprovadas no Brasil em 22 de julho, pela Anvisa. O imunizante tem de ser aplicado em duas doses, com intervalo de três semanas. Foi divulgado em agosto que os testes preliminares indicaram uma resposta imune “robusta” e sem efeitos colaterais relevantes.

A Anvisa já havia autorizado, na terça-feira (15), o aumento no número de participantes nos testes da vacina de Oxford, que passaram de 5 mil para 10 mil voluntários. Além de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, os ensaios vão incluir Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul. Os testes da vacina de Oxford chegaram a ser interrompidos por quase uma semana, logo após o feriado de Proclamação da Independência, depois que uma voluntária britânica apresentou reações adversas, mas foram retomados nesta segunda-feira (14), no Brasil, após a comprovação de que não havia riscos.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.