PATROCINADORES

Preço do petróleo dispara após ofensiva americana

O ataque aéreo dos Estados Unidos no Iraque que resultou na morte do chefe da Guarda Revolucionária do Irã, o brigadeiro-general Qassen Suleimani, fez o preço do petróleo subir cerca de 4% nesta sexta-feira (3). A escalada de tensão no Oriente Médio e uma possível guerra na região deixam os investidores cautelosos, principalmente em mercados emergentes, como o Brasil, que são mais suscetíveis aos riscos. A ofensiva americana contra um dos militares iranianos mais influentes também preocupa o presidente Jair Bolsonaro sobre uma possível alta dos combustíveis no país. Na saída do Palácio da Alvorada, o presidente disse que tentou conversar com a Petrobras para avaliar os impactos. Bolsonaro, no entanto, adiantou que não pretende interferir na política de preços da estatal.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.