PATROCINADORES

Ataque dos EUA mata general iraniano e deixa mundo em alerta

Um ataque aéreo dos Estados Unidos perto do aeroporto de Bagdá, no Iraque, deixou ao menos sete pessoas mortas, entre elas o chefe da Guarda Revolucionária do Irã, o brigadeiro-general Qassen Suleimani. Ele era próximo ao aiatolá Ali Khamenei e considerado a principal figura de inteligência militar iraniana. O Pentágono confirmou que a ofensiva da madrugada desta sexta-feira (3) foi ordenada pelo presidente Donald Trump com o objetivo de prevenir futuros planos de ataque do Irã contra diplomatas e cidadãos americanos. A ação deve elevar ainda mais a tensão na região e coloca os dois países perto de uma guerra. O aiatolá Khamenei, líder supremo iraniano, classificou o ato como terrorismo. Já o presidente do país, Hassan Rouhani, prometeu vingança pelo assassinato do general.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.