Document
PATROCINADORES

Desestatização de empresas de saneamento arrecadaria R$ 140 bilhões

Um estudo do Ministério da Economia concluiu que o governo poderia arrecadar US$ 140 bilhões caso a União se desfizesse de 100% de suas empresas de saneamento. De acordo com Paulo Guedes, ministro da pasta, o Brasil não atingirá a meta estabelecida pelo Plano Nacional de Saneamento Básico, de universalizar o saneamento até 2033, se não recorrer às privatizações das empresas do setor, já que Tesouro não dispõe dos R$ 700 bilhões necessários para o cumprimento da meta.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.