Document
PATROCINADORES

Veto do Fundão estende as negociações entre Executivo e os partidos

O presidente Jair Bolsonaro (imagem) cumpriu o que vinha anunciando. Ele vetou o fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões aprovado na Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO) de 2022 pelo Congresso em 15 de julho. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (20). Vale lembrar que os parlamentares têm o poder de derrubar o veto, para isso, a decisão de Bolsonaro precisa ser votada em uma sessão conjunta da Câmara e Senado.

O veto não encerra a discussão, mas a deixa para o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), que começa a tramitar no Congresso no final de agosto e deve ser aprovado em dezembro. Neste projeto são previstos os recursos para as despesas federais de 2022. Com isso, o Executivo e os partidos terão mais tempo para as negociações do Fundão.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.