Document
PATROCINADORES

Crivella escapa de impeachment

Por 29 votos a 16, a Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro rejeitou nesta quinta-feira (12) a abertura de um processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella (PRB). O político estava sendo acusado pelos crimes de responsabilidade e improbidade administrativa por oferecer supostas vantagens aos fiéis da Igreja Universal durante uma reunião no Palácio da Cidade, sede da prefeitura do Rio. Crivella ainda pode responder a uma ação do Ministério Público Estadual por violar o princípio do estado laico na administração muncipal e privilegiar apenas um segmento religioso em diversos atos. Se condenado, o prefeito pode perder o cargo e pagar multa equivalente a R$ 500 mil.

Por que é importante

Os vereadores entenderam que as promessas feitas por Crivella não seriam suficientes para levar o pedido adiante

Quem ganha

Crivella, que seguirá no cargo

Quem perde

A oposição, que defendia a investigação contra o prefeito

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.