Document
PATROCINADORES

Vacina russa induziu resposta imune e não causou efeitos adversos, indica estudo

Resultados preliminares publicados nesta sexta-feira (4) na revista científica “The Lancet” mostram que a “Sputnik V”, vacina produzida pela Rússia contra o novo coronavírus, induziu resposta imune e não provocou efeitos colaterais. Foram dois testes de fase 1 e 2 feitos com 76 pessoas, de idades de 18 a 60 anos. Todos os voluntários desenvolveram anticorpos contra o vírus em até 21 dias e não tiveram reações adversas até 42 dias depois da aplicação. A Rússia registrou a vacina no mês passado, mas a falta de informações estatísticas e médicas verificáveis sobre a eficácia levantaram dúvidas na comunidade internacional. O imunizante é o mesmo que deverá ser produzido no Paraná após uma parceria do governo local com o russo. Os testes no estado devem começar em breve.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.