PATROCINADORES

Vacina de Oxford apresenta eficácia média de 70%

A farmacêutica AstraZeneca divulgou nesta segunda-feira (23) os resultados preliminares da fase 3 dos ensaios clínicos de sua vacina contra o novo coronavírus, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford (Reino Unido). Em comunicado, a empresa relatou que o imunizante foi 90% eficaz na prevenção da doença quando administrado em meia dose seguida de uma dose completa, com intervalo de pelo menos um mês. Quando a vacina foi administrada em duas doses completas, com pelo menos um mês de intervalo, a eficácia foi de 62%. A análise combinada das duas formas de dosagem resultou em uma eficácia média de 70%. Os estudos foram feitos com mais de 24 mil voluntários no Reino Unido, no Brasil e na África do Sul. Nenhum dos participantes precisou ser hospitalizado por algum tipo de complicação da vacina. A expectativa da AstraZeneca é fechar 2020 com 200 milhões de doses disponíveis e produzir outras 700 milhões até o fim do primeiro trimestre de 2021.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =