Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Universidade de Oxford vai testar vacina contra a covid-19 em 10 mil britânicos

Universidade de Oxford vai testar vacina contra a covid-19 em 10 mil britânicos

A mais avançada pesquisa da Universidade de Oxford na busca pela vacina contra a covid-19 entra esta semana na fase três dos testes clínicos. A instituição britânica vai acompanhar o quadro de pelo menos 10 mil pessoas que serão vacinadas em todo o país para verificar a eficácia do produto.

Dos mais de 70 imunizantes contra o novo coronavírus em desenvolvimento atualmente no mundo, o de Oxford é o que se encontra em estágio mais avançado e com resultados mais promissores. A cura pode estar em um vírus (adenovírus) atenuado da gripe comum de macacos que ganhou material genético parecido ao de uma proteína específica do novo coronavírus.

A segurança da substância já foi parcialmente testada, pois fez parte de estudos anteriores para a Síndrome Respiratória Aguda Grade (Sars) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers), doenças também causadas por vírus da mesma família.

Tanto que os cientistas foram da fase um dos testes clínicos para a fase três em apenas dois meses. Mesmo sem aprovação da vigilância sanitária local, o otimismo é tamanho que a produção em larga escala já começou. Se der certo, a vacina estará pronta para ser ministrada para grandes populações.

Envie seu comentário

quatro − quatro =