PATROCINADORES

Moscou irá expandir “lista negra” de norte-americanos em resposta a sanções, diz agência

MOSCOU (Reuters) – A Rússia irá responder a um novo pacote de sanções impostas pelos Estados Unidos expandindo sua “lista negra” de cidadãos norte-americanos, disse o vice-ministro de Relações Exteriores do país, Sergei Ryabkov, nesta sexta-feira, segundo a agência de notícias RIA.

O Departamento do Tesouro norte-americano impôs sanções contra cinco entidades e 19 cidadãos russos na quinta-feira, nos passos mais significativos tomados pelos Estados Unidos contra a Rússia desde que o presidente Donald Trump assumiu o poder.

“Desde o primeiro momento, nós usamos o princípio de paridade no número de pessoas incluídas em listas de sanções. Então, vamos expandir nossa ‘lista negra’ com outro grupo de norte-americanos”, disse Ryabkov, segundo a agência.

Ele acrescentou que Moscou não descarta a possibilidade de aplicar medidas extras em resposta às novas sanções, impostas pelo suposto envolvimento russo nas eleições norte-americanas e em ciberataques, o que a Rússia nega.

Moscou ainda quer manter um diálogo com Washington, mas toma contramedidas devido à “teimosia política norte-americana”, disse o diplomata de acordo com a agência.

“Esses políticos (norte-americanos) estão brincando com fogo destruindo o relacionamento russo-norte-americano porque, simultaneamente, eles abalam a estabilidade global”, disse.

(Reportagem de Jack Stubbs)

tagreuters.com2018binary_LYNXNPEE2F10K-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − quinze =

Pergunte para a

Mônica.