Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

UE desobriga máscaras em voos

No entanto, países e companhias aéres têm autonomia para manter a medida

A partir de 16 de maio, a União Europeia (UE) não vai mais recomendar o uso obrigatório de máscaras em voos. A diretriz foi divulgada nesta quarta-feira (11) pelo Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC) e pela Agência Europeia para Segurança da Aviação (Easa).

 “Ainda que os riscos permaneçam, vimos que as vacinas e as intervenções não farmacêuticas permitiram que nossas vidas voltassem à normalidade”, diz o comunicado publicados pelos organismos.   Lembram, no entanto, que “a máscara facial continua a ser uma das melhores proteções contra a transmissão” do SARS-CoV-2, especialmente para pessoas mais vulneráveis.

Autonomia

Mesmo assim, as regras relativas às máscaras continuarão a variar por companhia aérea e cada Estado-membro da UE depois dessa data. As agências europeias lembram que, em voos de ou para um destino onde o uso de proteção ainda é necessário nos transportes públicos, deve-se continuar a estimular esse uso, de acordo com as recomendações.

“Os passageiros devem respeitar os requisitos de sua companhia aérea e, onde as medidas preventivas forem facultativas, tomar decisões responsáveis e respeitar a escolha dos outros passageiros”, reforçou o comunicado.

Cerca de 325 milhões de pessoas na União Europeia estão totalmente vacinadas contra a covid-19, e perto de 230 milhões receberam uma dose de reforço, de acordo com dados da ECDC.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.