PATROCINADORES

Toffoli vota a favor de compartilhar dados fiscais com autorização da Justiça

Em um voto que que teve mais de 4 horas de duração, o ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu que instituições como a Receita Federal e o antigo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) podem enviar informações ao Ministério Público, como ocorreu no caso Flávio Bolsonaro. Depois de votar, Toffoli suspendeu o julgamento, que será retomado nesta quinta-feira (21). Ainda faltam os votos dos outros dez ministros.  

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.