Document
PATROCINADORES

Temer quer anular indiciamento no inquérito dos portos

A defesa do presidente Michel Temer (MDB) entrou com um pedido na quarta-feira (17) para que o STF anule o indiciamento feito pela Polícia Federal no chamado inquérito dos portos. Os advogados argumentam que a PF não tem competência para fazer “diretamente” o indiciamento do presidente da República sem autorização do Supremo. O inquérito apura se Temer agiu para beneficiar empresas que atuam no Porto de Santos e se ele recebeu propina em troca dos supostos favores.

Por que é importante

No relatório apresentado na terça-feira (16), a PF indiciou Temer por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa

Quem ganha

Temer, que visa barrar o andamento do caso

Quem perde

A PF, sob risco de ver a investigação arquivada

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.