Document
PATROCINADORES

Temer diz que não há movimento para interromper a Lava Jato

A criação do Ministério da Segurança Pública, que passará a controlar a Polícia Federal, não faz parte de uma articulação para barrar o andamento de investigações da Operação Lava Jato, afirmou nesta terça-feira (27) o presidente Michel Temer, após a cerimônia de posse de Raul Jungmann. “Não volto neste assunto porque isso aí vem sendo tranquilamente levado a adiante. Não há um movimento sequer com vistas à interrupção (da operação)”, disse Temer.

Por que é importante

A nova pasta vai abranger a Polícia Federal, órgão que conduz uma investigação contra o próprio presidente no chamado inquérito dos portos

Quem ganha

Temer disse que o ministério tem por objetivo combater a criminalidade e citou o tráfico de drogas e a bandidagem em geral

Quem perde

A pauta econômica e o ajuste fiscal deixam de ser prioridade na agenda do governo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.