Document
PATROCINADORES

Teich diz que pediu demissão ao ver que não teria autonomia e liderança

Na abertura de seu depoimento à CPI da Pandemia nesta quarta-feira (5), o ex-ministro da Saúde Nelson Teich explicou os motivos de ter pedido demissão do governo do presidente Jair Bolsonaro com menos de um mês no cargo. “Eu não teria a autonomia e a liderança que considerava indispensáveis”, afirmou. “Sem a liberdade para conduzir o ministério conforme as minhas convicções, optei por deixar o cargo”, acrescentou. Teich ainda apontou que o ponto insustentável para a sua permanência no posto foi o “desejo de uso da cloroquina” por parte de Bolsonaro.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.