PATROCINADORES

TCU impede investigado de integrar corte que o julga

Enquanto o Brasil está atento às resoluções que tangenciam o Orçamento da União, precatórios, Auxílio Brasil, teto de gastos e emendas de relator, uma disputa discreta acontece no Senado. Como o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Raimundo Carreiro (indicado em 2007) irá se tornar embaixador do Brasil em Portugal, sua vaga está em disputa. Carreiro foi escolhido em 1° de novembro, após uma longa sabatina na Comissão de Relações de Exteriores (CRE) do Senado e votação no plenário.

Entre os candidatos ao TCU estava o líder do governo na Casa, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) (imagem), que por decisão do próprio tribunal, foi vetado indiretamente sob a justificativa – plausível – que indicados que respondam por dolo contra a administração pública ou ação de improbidade não podem seer indicados à corte que eventualmente os julgará.

Bezerra Coelho é réu em uma ação de improbidade administrativa do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Na pela vaga ao TCU estão os pesos pesados Antonio Anastasia (PSD-MG) e Kátia Abreu (PP-TO). Vale destacar que outra vaga será aberta em 2022, quando a atual ministra Ana Arraes (indicada em 2011) completará 75 anos. Como desta vez a indicação veio do Senado, a próxima será da Câmara dos Deputados.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.