Document
PATROCINADORES

STF decide que governos podem restringir cultos religiosos

Por 9 votos a 2, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram em sessão plenária que estados e municípios podem impor restrições a celebrações religiosas presenciais, como cultos e missas em templos e igrejas durante a pandemia. A medida serve para de evitar aglomerações que aumentam as contaminações pelo novo coronavírus. A votação foi iniciada na tarde de quarta-feira (7) e concluída no início da noite desta quinta-feira (8).

Votaram pela manutenção das restrições os ministros Gilmar Mendes, Alexandre Moraes, José Roberto Barroso, Edson Fachin, Cármen Lúcia, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Mello e Luiz Fuchs. Os ministros Nunes Marques e Dias Toffoli foram contra.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.