PATROCINADORES

STF abre inquérito para apurar declarações de Weintraub

O ministro Celso de Mello, do STF, determinou a abertura de um inquérito para investigar o ministro da Educação, Abraham Weintraub, pelo crime de racismo. A decisão do decano da Corte atende um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para apurar declarações de Weintraub no Twitter com ofensas contra a população da China. O ministro usou o personagem Cebolinha, da Turma da Mônica, para ironizar os chineses e insinuar que o país sairá economicamente fortalecido da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. A mensagem publicada na rede social irritou a Embaixada da China no Brasil. Weintraub apagou a postagem, mas agora, na condição de investigado, terá de prestar esclarecimentos sobre o caso. A punição para o crime varia de multa a até três anos de prisão.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + vinte =