Document
PATROCINADORES

Rosa Weber deve decidir julgamento de prisão em segunda instância

O STF retoma na tarde desta quinta-feira (24) o julgamento sobre o cumprimento de pena após condenação em segunda instância da Justiça. O placar está 3 a 1 a favor do atual entendimento da Corte, que permite a prisão, mesmo que ainda seja possível recorrer a instâncias superiores. Já votaram Marco Aurélio Mello (contra), Edson Fachin (a favor), Alexandre Moraes (a favor) e Roberto Barroso (a favor). A expectativa fica por conta do voto da ministra Rosa Weber, que deve indicar os rumos da discussão. Em outras circunstâncias, Rosa já se posicionou contra a execução provisória da pena, mas sempre respeitou a jurisprudência do Supremo. Ela será a primeira a votar na reabertura da sessão. Em seguida, será a vez de Luiz Fux, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Celso de Mello e o presidente do STF, Dias Toffoli. Os dois primeiros já se manifestaram a favor da prisão em segunda instância e os quatro últimos foram contra.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.