Document
PATROCINADORES

Ricardo Barros indica que não vai deixar a liderança do governo na Câmara

Em uma reunião da base governista na segunda-feira (28), o deputado federal Ricardo Barros (PP-AL) reiterou que não pretende deixar a liderança do presidente Jair Bolsonaro na Câmara e que vai enfrentar as denúncias de envolvimento nas supostas irregularidades na compra da Covaxin. Segundo o blog da Malu Gaspar, no jornal O Globo, Barros disse aos aliados que não teve participação no processo e descartou sair de cena para deixar o assunto esfriar. “Eu sei me defender”, afirmou. O líder também apontou que discute com o senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Pandemia, a possibilidade de se apresentar espontaneamente para depor. O objetivo dele é rebater as informações sobre o caso prestadas na última semana pelo deputado federal Luís Mirada (DEM-DF) e o servidor público Luis Ricardo Miranda.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.