Document
PATROCINADORES

PSD-RJ se afasta de Bolsonaro e assume de vez perfil fragmentado no Congresso

O partido de Gilberto Kassab (à direita na imagem) parece se afastar do Planalto e dos planos de reeleição do presidente Jair Bolsonaro para 2022. Na última semana, o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (à esquerda na imagem), deixou o Democratas e se filiou ao PSD. O deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) e seu pai, o ex-prefeito do Rio César Maia (DEM). também estão cogitados ao partido, aponta reportagem do jornal O Estado de S.Paulo desta terça-feira (11). No Rio, a aposição ao governador Cláudio Castro (PSC), aliado de Bolsonaro, quer uma candidatura única.

Na última semana, Kassab se encontrou com o ex-presidente Lula em Brasília. Isso causou descontentamento na cúpula do governo, já que o ministro das Comunicações, Fábio Faria, é filiado ao partido. Apesar disso, há uma ala do partido que segue alinhada ao Planalto e que tem votado com o governo. O deputado Edilázio Júnior (MA) explicou que a sigla não tem uma coesão e que vai de opositores, como o senador Otto Alencar (BA) ao bolsonarista Delegado Éder Mauro (PA).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.