Document
PATROCINADORES

Primo de Alcolumbre é preso pela PF por suspeita de tráfico

A Polícia Federal do Amapá prendeu o primo do senador Davi Alcolumbre, o ex-deputado estadual amapaense Isaac Alcolumbre, na manhã desta quarta-feira (20). Conforme o superintendente da PF no estado, Anderson de Andrade Bichara, Isaac foi preso em flagrante com uma grande quantia em dinheiro de procedência desconhecida em sua residência. “Ainda contando”, disse Bichara sobre os fundos confiscados. Davi Alcolumbre não é alvo da investigação.

Operação Vikare — dinheiro e armas apreendidas em ação que ocorre em 9 estados — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Isaac Alcolumbre, segundo a PF, é dono de um aeródromo certificado por onde transitariam aviões de pequeno porte usados para o tráfico internacional de drogas provenientes da Venezuela e da Colômbia. O local serviria de ponto de reabastecimento e manuntenção. A presença das drogas seria de conhecimento das equipes de terra.

A ação faz parte dos 49 mandados de prisão cumpridos em São Paulo e Sorocaba (SP), Rio de Janeiro (RJ), Foz do Iguaçu e Londrina (PR); Belém e Ananindeua (PA); Campo Grande, Paranhos e Aral Moreira (MS); Manaus e Itacoatiara (AM); Fortaleza (CE) e Teresina (PI) no âmbito da operação Vikare, que investiga um grupo criminoso que atua com tráfico internacional de drogas. A operação teve origem em uma investigação iniciada no Amapá em maio de 2020, que constatou que a região servia de base logística para aviões tranportando drogas.

Instalações em Macapá era usadas por traficantes de drogas – PF/ Divulgação

A PF ainda não detalhou quantas pessoas foram presas, nem total de dinheiro e itens apreendidos. O órgão informou que foi pedido o sequestro de bens de 68 investigados, incluindo 65 véiculos, três aeronaves e 19 embarcações. Em nota, o senador Davi Alcolumbre disse que soube da prisão pela imprensa e explicou que Isaac é filho de Salomão Alcolumbre, tio dele. O senador também informou que divulgará uma nota sobre o caso. Isaac é filho de Salomão Alcolumbre, irmão da mãe de Davi, Julia Alcolumbre, que tem nove irmãos e 30 sobrinhos.

A defesa de Isaac Alcolumbre emitiu uma nota: “Nesta data, fui alvo de uma operação da Polícia Federal que apura ilícitos, entre eles o tráfico de entorpecentes. Diante dos fatos que se encontram em apuração, venho a púbico informar a quem interessar possa que não estou envolvido em nada com referência a tráfico de drogas. E fiquem certo de que provarei isso. Com relação a outras acusações das quais ainda não tenho informações, faremos a defesa no momento oportuno”.

Isaac acrescentou que recebe “várias aeronaves diariamente” em seu hangar em Macapá e que, por vezes, já comunicou a polícia “sobre suspeitas, inclusive proibindo pouso e decolagem”.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.