PATROCINADORES

Plenário do STF irá decidir se suspende inquérito sobre fake news

O ministro Edson Fachin, do STF, liberou para julgamento o recurso protocolado pela Rede para suspender o chamado inquérito das fake news. O procedimento foi instaurado por determinação do presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, para apurar a disseminação de notícias falsas e ofensas contra integrantes do tribunal. Caberá a Toffoli marcar a data do julgamento do caso no plenário do Supremo.

Por que é importante

A iniciativa de Toffoli, que tem o ministro Alexandre de Moraes como relator, já gerou polêmica ao determinar a censura de uma reportagem da revista Crusoé. Nos bastidores, alguns ministros já se posicionaram contra o prosseguimento do inquérito

Quem ganha

A Rede, se o inquérito for arquivado

Quem perde

Principais defensores do procedimento, Toffoli e Moraes podem ser criticados publicamente pelos demais colegas de Corte

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 5 =

Pergunte para a

Mônica.