PATROCINADORES

PGR vai agir por prisão após segunda instância, diz Dodge

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, fez nesta quinta-feira (1º), no STF, uma defesa do cumprimento de sentenças judiciais após a condenação em segunda instância como uma forma de combater a impunidade. “Como instituição de Justiça, o Ministério Público tem agido, e pretende continuar a agir, com o propósito de buscar resolutividade para que a Justiça seja bem distribuída; para que haja o cumprimento da sentença criminal após o duplo grau de jurisdição, que evita a impunidade; para defender a dignidade humana de modo a erradicar a escravidão moderna, a discriminação que causa infelicidade, e para assegurar acesso à educação, à saúdem e a serviços público de qualidade”, afirmou Dodge.

Por que é importante

A fala da procuradora-geral, durante cerimônia de abertura do ano do Judiciário, é feita uma semana após a condenação do ex-presidente Lula no TRF-4

Quem ganha

O MPF

Quem perde

Lula e outros condenados em segunda instância que estão respondendo processo em liberdade

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.